Avançar para o conteúdo principal

Piscinas do Atlântico (2001)


  O edifício está implantado num terreno de recorte irregular e é composto por dois volumes que se intersectam ortogonalmente correspondendo (grosso modo) a cada um uma piscina. Na área comum articulam-se os balneários. Esta ideia de encaixe/cruzamento na composição da forma é evidenciada pela alternãncia dos materias de revestimento e ainda pela ligeira suspenção do volume onde se dá a entrada e pela diferença de cércea. Por sua vez cada uma das piscinas retrata temas clássicos da arquitectura. A piscina para as crianças é de planta quadrangular: simétrica e axial. Procura a unidade espacial alternando nas paredes laterais janelas a toda a altura com nichos. A piscina para os adultos explora nas grandes superficies continuas da grande parede traseira revestida a azulejo preto emoldurada a reboco branco e o pano de vidro virado à rua, conceitos de oposição cromática e contraste entre cheios e vazios, opacidade e transparência. Projecto da autoria de Filipa Ferro, Fernando Meireles e Sebastião Meireles Link para Google Maps

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Torre do Liceu em Viana do Castelo (1982)

O projecto desta torre de 14 andares para comércio, escritórios e habitação é da autoria do Arq. José Pulido Valente. A corrente brutalista, um dos ramos do movimento moderno e na qual insiro esta obra, explora a clareza dos volumes, a expressão própria dos materias utilizados e a concisão na abordagem dos pormenores. Link para Google Maps

Casa de Ruben A. (1948)

Ver mapa maior
Projecto do Arquitecto João Andresen Link para Google Maps.

Jardim de Infância de Santiago da Barra

Projecto do arquitecto Henrique de Carvalho.

Ver mais em:

Revista Arquitectura Ibérica nº6, Janeiro 2006.

Link para Google Maps